quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Tatuagem


A tatuagem é um tipo de recurso utilizado por muitas pessoas, em especial jovens, que querem eternizar algo ou alguém em seu corpo, mas há também aqueles que se tatuam apenas por questão de estilo.

Há controvérsias quanto à origem da tatuagem, para alguns estudiosos a tatuagem sempre esteve ligada à evolução humana. Foram encontradas provas arqueológicas de que tatuagens eram feitas desde 4000 e 2000 a.C, no Egito. Algumas múmias possuíam sinais corpóreos semelhantes aos da tatuagem. A tatuagem também já foi utilizada em certos rituais antigos, suas simbologias são inúmeras.

Na Idade Média a tatuagem foi banida da Europa, pois era vista como “coisa do demônio”. Já no século XVIII, a tatuagem se tornou uma febre entre os marinheiros, especialmente entre aqueles que navegam pelos mares do sul. Não existiam tatuadores profissionais trabalhando no início do século XIX, as pessoas que realizavam essa função eram amadores, esses faziam parte da tripulação ou eram encontrados nos grades portos. No início utilizava-se uma ferramenta feita de madeira e um pente de ossos afiados, batiam com um pedaço de pau na parte de trás do instrumento, pressionando com a agulha a carne do indivíduo, introduzindo assim a tinta e formando o desenho desejado. Essas batidas produziam um som (ta-tá, ta-tá, ta-tá), e a partir desse os nativos passaram a chamar o procedimento de tatau, que posteriormente foi designada pelo capitão James Cook como tattow, nascendo a palavra tattoo (em inglês) que em português se tornou tatuagem.

Criada em 1891, a tatuagem elétrica só chegou ao Brasil em 1959, trazida por Knud Harld Likke Gregersen, da Dinamarca. Muitas pessoas têm uma tatuagem ou desejam fazer uma algum dia, mas antes de pensar em tatuar o corpo a pessoa deve primeiramente pesquisar o estabelecimento onde fará, certificar-se de que o aparelho é esterilizado e de que a agulha é descartável. Prefira tatuar tornozelos, punhos ou costas, pois lugares como braços, seios, colo, coxas, barriga e quadris tendem a deformar com o passar dos anos.

Nenhum comentário: